Poema: Vi-te (2019)

Vi-te

Passaste com um ar pesado

Olhaste para mim

Mas não me falaste

Fizeste má cara

Cara de quem não me queria ver

Não posso pensar que é culpa minha

Podias ter tido um mau dia

A nossa história foi mal resolvida

Terminou em reticências

Tenho tanto para te dizer

Queria-te escrever

Mas tu dizes que a minha escrita é tóxica

Não te vou escrever

A não ser aqui

Não vou dizer

É melhor

É melhor ficar com as minhas reticências

Do que com mais palavras afiadas

Daquelas que cortam

Fazendo feridas que sangram, anos a fio

Prefiro acreditar que chegámos a ser felizes

Prefiro lembrar-me de quanto nos rimos

Como brincávamos, sem magoar

O nosso carro capotou

A nossa viagem acabou

Imagem da autoria de makunin, retirada do site Pixabay.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s