Poema: Uma Bandeira Branca (2019)

Não entendo

Não consigo entender

Isso há-de fazer sentido em algum lado

Mas não aqui

Não quero mais

Não aguento mais

Já não te suporto

Tiras-me a alegria de viver

Tiras-me o sossego

Não posso mais

Não quero mais

Não sou essa pessoa que tu dizes

Nem tu és a pessoa que dizes ser

Mais um problema

E um exagero

Vou com calma

Que na pressa nada fica bem feito

Visto-me a preceito

Toda de preto

Isto é um funeral de uma relação que nunca foi

De uma confiança que desapareceu

Um enterrar de bandeiras vermelhas

Empunhando eu uma bandeira branca.

 

Imagem retirada do site Pixabay.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s