Poema #1

gostava de ser mágica
de fazer do triste
alegre
sem esforço
sem ter de cair
e de chorar
sem ter de pensar
horas
e horas
sem conseguir parar
o que me pára
é o meu cérebro já esventrado
por toda a informação
beleza e destruição
se eu n páro
ele pára-me
pelo nosso bem
para que perduremos
e aprendamos
a perder o controlo
controladamente
sem medo de falhar
sem medo de falar
sem medo de amar
pq n se controla,
verdadeiramente
nenhuma destas 3 coisas
aliás
n se controla verdadeiramente
nada
o único verdadeiro e absoluto poder
de que dispomos
como humanos
é o de escolher
de ouvir o instinto
e ouvir a razão
fazer a média
e sobreviver

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s